Se você se encantou com o mundo do mergulho e decidiu trabalhar na área, temos uma coisa para dizer: BEM VINDO AO CLUBE!

Essa é uma decisão importantíssima e, com certeza, vai mudar completamente sua rotina e sua vida. Prepare-se para ser inserido em um mundo novo!

O post de hoje é para te ajudar a saber o que fazer para se tornar um profissional de mergulho certificado e preparado para o mercado de trabalho. Trouxemos 4 dicas para instruir você sobre os próximos passos da sua jornada rumo à sua nova carreira!

Vamos lá?

#1 - Valide sua decisão

Definir objetivo

Mudar de carreira é uma decisão importante. A gente sabe que o mergulho é uma atividade apaixonante, mas, neste momento, use também a razão, e não apenas a emoção.

Trabalhar com mergulho é maravilhoso e extremamente recompensador. Apesar disso, reflita e defina quais são os fatores que te motivam a tomar a decisão de mudar de carreira.

Muitas vezes, a decisão de deixar uma profissão anterior para ser um profissional de mergulho envolve também mudança de residência, mudança no padrão de vida, e altera a rotina de outras pessoas (companheiro(a), filhos), portanto, pense com calma e, então, valide sua decisão de fazer da praia o seu escritório!

#2 - Defina seu objetivo profissional

Níveis de instrutor de mergulho

Para trabalhar com mergulho recreativo o primeiro passo é se tornar um divemaster, mas esse não precisa ser necessariamente seu objetivo final.

Como já dissemos em outros artigos o divemaster funciona com um monitor de mergulho, guiando outros mergulhadores certificados ou dando suporte aos instrutores de mergulho em seus cursos.

Embora também seja um profissional de mergulho, o divemaster não pode ensinar outras pessoas a mergulhar. Esta é uma função exclusiva dos instrutores de mergulho.

Mas você sabia que existem vários níveis de instrutor de mergulho?

O primeiro nível de instrutor PADI é o Open Water Scuba Instructor – OWSI. Neste nível você poderá ministrar do curso básico até o curso de divemaster.

O segundo nível é o Instrutor de Especialidades, onde você poderá ministrar os diversos cursos de especialidades da PADI, como mergulho noturno, mergulho em naufrágio e nitrox (ar enriquecido).

Sendo instrutor de 5 especialidades você pode se tornar um Master Scuba Diver Trainer – MSDT, chegando assim ao terceiro nível de instrução da PADI.

A vantagem de ser um Instrutor de Especialidade ou um Instrutor MSDT é que você aumenta a retenção de seus alunos, pois tem mais opção a oferecer.

Lembre-se: nem todos os mergulhadores vão desejar continuar sua formação para os cursos mais avançados como mergulhador de resgate ou divemaster. Desta forma, ministrar um curso de especialidade, como fotografia subaquática, fará seu aluno continuar seu caminha da educação contínua da PADI.

Ainda existem mais 3 níveis de instrutor: o IDC Staff, Master Instructor e o Course Director. Ambos estão envolvidos na formação de novos instrutor de mergulho, mas só o Course Director, diretor de cursos em português, é quem pode formar novos instrutores de mergulho.

#3 - Escolha a escola certa

Escolha da escola de mergulho

Formação é coisa séria! A última coisa que você vai querer é desperdiçar tempo, esforço e dinheiro investindo em algo que não vai trazer o retorno que você espera.

Por isso, no momento de escolher a sua escola de mergulho, esteja atento e tenha bastante cuidado. Existem alguns fatores que você deve avaliar com bastante calma para decidir qual é a melhor escola para você.

A primeira coisa a avaliar é o currículo do instrutor. Qual é o nível profissional dele? Quanto tempo ele possui de formação? E quantos mergulhos ele já realizou? Qual é a experiência na formação de profissionais de mergulho?

Todas estas perguntas precisam ser respondidas quanto você estiver avaliando o instrutor do seu curso. Afinal, você precisa de alguém que tenha bastante experiência na profissão e no mercado, para que você consiga, além de obter todo o conhecimento técnico necessário, saber o que o mercado procura em um profissional de mergulho.

Depois de dar seu ok para o instrutor, direcione seu olhar para a infraestrutura da escola.

As salas de aula estão devidamente equipadas para permitir que os alunos tenham a melhor experiência de aprendizado? tem disponibilidade de internet para você realizar pesquisas e assistir à vídeos?

Certifique-se também de que a escola oferece todo o material didático relacionado ao curso que você escolheu.

Além disso, é importante saber se os mergulhos necessários para a validação da sua certificação já estão inclusos no valor que você irá pagar pelo curso. Para o curso de divemaster, que é o primeiro nível profissional na carreira de mergulho, por exemplo, são necessários 40 mergulhos registrados para iniciar o curso e um total de 60 para obter o certificado de conclusão. Se o valor destes mergulhos não estiver incluso no pacote do seu curso, você precisará desembolsar uma boa quantia complementar para realizar os mergulhos.

Algumas escolas também oferecem benefícios extras, como alojamento, o que diminui os custos para os alunos, além de criar uma atmosfera super legal para seu curso.

Verifique também se eles oferecem estágios, que ajudam a conseguir experiência para contratações futuras.

Lembrem-se que preço nem sempre é o mais importante. Além de dinheiro, você está investindo tempo e esforço no seu projeto para se tornar um profissional de mergulho, portanto avalie a escola com cautela, para ter certeza de estar fazendo a melhor escolha.

#4 - Prepare-se para a mudança

Ser um instrutor de mergulho

Agora que você já se certificou da sua decisão de trabalhar com mergulho e já encontrou a escola certa para a sua formação, é hora de se preparar para as mudanças que virão.

Aqui no blog do QTCM já conversamos sobre o que você precisa fazer quando decide mudar de carreira. Planeje sua transição, organize suas finanças e, depois de tudo alinhado, abrace sua nova vida. Estude, dedique-se e seja o melhor profissional de mergulho que você pode ser. Nós, da Let’s Dive, estamos aqui para ajudar no que for preciso. 😉

Fonte de imagens: Freepik

Nas próximas semanas, iniciaremos uma série de posts sobre as diversas carreiras na área do mergulho. Para ser avisado quando publicarmos os posts, assine a newsletter aqui do blog e receba as atualizações em seu e-mail!

 

Você também vai gostar de