É possível largar tudo e mudar de carreira?

A partir do momento que você tem dificuldade de levantar da cama todas as manhãs para ir ao trabalho e percebe que a sua rotina está afetando a sua saúde física e emocional, é hora de considerar uma mudança.

Milhares de profissionais, em algum momento da carreira, já passaram por crises ou insatisfações e em decorrência disso, tomaram uma importante decisão: mudar de carreira.

Mas, você deve estar se perguntando: largar tudo e mudar de carreira é algo normal? Como fazer isso de maneira segura e eficaz? Para saber mais sobre este assunto, continue a leitura comigo. 🙂

Antes de qualquer coisa, reflita sobre as suas opções, preferências e aptidões e estipule os seus objetivos educacionais e profissionais, para depois tomar qualquer iniciativa.

Aqui vão algumas dicas para dar uma reviravolta na sua vida profissional. Vamos mergulhar fundo nelas:

#1 – É POSSÍVEL LARGAR TUDO E MUDAR DE CARREIRA?

Responsabilidades Instrutor de Mergulho

A resposta é: SIM, É SUPER POSSÍVEL! Ter o desejo de mudar sua carreira profissional é completamente normal, visto que nós, seres humanos, precisamos, independentemente da fase em que nos encontramos na vida, passar por mudanças, transformações e enfrentar desafios para se sentir pleno e feliz.  Mas, o que provoca esse sentimento de mudança nos profissionais?

São diversos os motivos que levam os profissionais a tomar esta decisão, tais como:

  • Muitos anos de trabalho com a mesma atividade
  • Desmotivação
  • Clima organizacional
  • Problemas com a liderança
  • Falta de desafios
  • Dificuldade de se relacionar com os colegas de trabalho
  • Pouco reconhecimento
  • Salário baixo

E – acredite -, os motivos não param por aí.

Seja qual for o motivo, a infelicidade com a própria carreira e rotina podem trazer consequências negativas para a vida da pessoa, como: queda na qualidade de vida, pensamentos e comportamentos nocivos.

Contudo, ao se deparar com a vontade de mudar de carreira, a pessoa também se vê diante de certos obstáculos.

O primeiro deles, é a maneira que a sociedade ainda lida com as profissões. Algumas atividades são mais valorizadas que as outras, seja por conta do salário ou do status social, isso pode causar medo, insegurança, estagnação e confusão no indivíduo.

Além disso, existem aqueles que, mesmo querendo mudar de carreira, se sentem acomodados e não saem da zona de conforto, o que acarreta em uma vida cercada de lamentações e aflição.

#2 – FAÇA UMA ANÁLISE PROFUNDA

É importante verificar se você realmente deseja mudar de carreira ou se está apenas cansado e precisa de uma pausa nas suas atividades. Mudar de profissão é um movimento desafiador e pode trazer benefícios, mas precisa ser muito bem pensado;

#3 – DESENVOLVA O AUTOCONHECIMENTO

Antes de dar qualquer passo na sua carreira, olhe um pouco para você. Analise quais são suas habilidades, seus pontos de melhoria, seus sonhos, suas limitações, seus medos e suas expectativas e assim, tenha uma visão mais clara do profissional que você é e daquilo que você precisa aprimorar para mudar de carreira.

#4 – DESCUBRA A SUA MOTIVAÇÃO

Depois de analisar suas habilidades, competências e pontos de melhoria, você precisa analisar aquilo que o motiva, quais atividades você se sente produtivo e podem te auxiliar na mudança profissional. É importante também, estudar as possibilidades que a atividade identificada tem a oferecer, bem como o seu mercado.

#5 – SAIA DA ZONA DE CONFORTO

Como iniciar uma formação para Instrutor de Mergulho

Essa é uma dica muito importante, tome nota!

Tenha coragem de sair da sua zona de conforto, só assim você abrirá espaço para novas oportunidades, tanto profissionais quanto de crescimento pessoal e será capaz de se adaptar às constantes mudanças da vida.

#6 – INVISTA EM SUA CAPACITAÇÃO

Após descobrir aquilo que te motiva, faça cursos, palestras, workshops e leituras a respeito da sua nova área de atuação. Fazendo esse movimento, você garante que a mudança de carreira seja menos brusca, minimiza as chances de erro e adquirir embasamento para a realização do seu planejamento pessoal.

#7 – FAÇA UM PLANEJAMENTO

Fazer um planejamento ao mudar de carreira é essencial para reduzir os riscos e te dar mais segurança em suas escolhas. Nele, devem ser inclusos as várias áreas que compõem a sua vida: profissional, acadêmica, familiar etc.

#8 – APRIMORE O SEU NETWORKING

Já foi dito por aqui o quão importante é aprimorar o seu networking. Essa é outra dica muito importante!

A sua rede de contatos da profissão atual, apesar de importante, talvez não seja capacitada para te auxiliar na nova carreira, portanto, dedique-se no aprimoramento do seu networking.

#9 – CONVERSE COM QUEM JÁ MUDOU DE CARREIRA

Converse com pessoas que decidiram mudar de profissão e já passaram por tal momento. Procure saber quais foram seus medos e anseios, que caminhos foram tomados, conte o que você está pensando em fazer, quais medidas você realizou e peça conselhos.

Olhe esse post que a nossa super instrutura de mergulho Fernanda Paiva escreveu sobre o seu processo de mudança de carreira.

#10 – CONSIDERE TRABALHAR COM MERGULHO:

O mergulho tem ganhado muita popularidade e vem sendo buscado, principalmente, pelo fator satisfação pessoal!

Ter o mar como o seu escritório é uma ótima ideia, convenhamos.

Inclusive, uma das opções para a sua mudança de carreira que tem ganho bastante expressão nos últimos anos é a de Instrutor Mergulho.

Para os que estão insatisfeitos ou entediados com a sua carreira atual, nada melhor que dar uma mudança radical na sua rotina. Como instrutor de mergulho você nunca mais terá 2 dias de trabalho iguais.

Num dia você está ministrando um curso de mergulho e no outro mergulhando naquele naufrágio espetacular rodeado por peixes de todas as cores e tipos.

vida de instrutor de mergulho pode ser repleta de aventuras, não há monotonia que resista!

E o que pode haver de melhor do que fazer aquilo que se gosta e ainda receber por isso? Além de mergulhar muito e se divertir, você pode ganhar dinheiro ministrando cursos ou guiando mergulhadores certificados ou até mesmo acompanhando um grupo numa viagem de mergulho.

Sem contar que o mergulho ainda lhe proporciona mais contato com a natureza e diversos benefícios para a sua saúde como, por exemplo, melhora do condicionamento físico, controle respiratório e alivio do stress.

E aí, ficou curioso para saber como dar os primeiros passos na carreira de mergulho? Você pode tirar as suas dúvidas aqui mesmo no blog, basta deixar um comentário no post.

Você curtiu o post e/ou tem amigos que também querem mudar de profissão? Não deixe de compartilhar o post nas redes sociais, marcando-os! 😀

Até o próximo post! 😀

QUER MUDAR DE CARREIRA?

Trabalhe com mergulho! Clique no link e saiba mais!