Muitas pessoas nos perguntam se é possível viver com o salário de instrutor de mergulho, e por isso resolvemos escrever este post.

É comum ouvirmos pessoas dizerem que seu maior receio em relação à decisão de seguir na carreira de instrutor de mergulho é o salário.

Uma certeza a gente tem: você não vai comprar uma mansão ou uma ferrari como instrutor de mergulho! Mas com certeza será rico de outras coisas, como qualidade de vida!

Embora muita gente reclame do salário, é importante dizer que nem todo instrutor de mergulho está insatisfeito com o que ganha, até porque existem algumas variáveis que podem acabar fazendo a diferença na grana que vai para o seu bolso todo mês.

Cada um destes fatores tem a sua importância e, em sua maioria, dependem das escolhas de cada profissional. São elas que vamos listar e explicar no post de hoje.

Estilo de vida

Estilo de Vida de um instrutor de mergulho

Sentimos muito em te informar, mas se você abandonou uma carreira de médico, advogado ou de um executivo em uma grande empresa e decidiu viver com o salário de instrutor de mergulho pensando em ter as mesmas regalias, você fez a escolha errada!

Ser instrutor de mergulho não é apenas uma decisão profissional por uma mudança de carreira. Implica também na mudança de todo o seu estilo de vida.

Provavelmente, se você vem de uma carreira que te dava mais conforto financeiro, mas não te fazia feliz ou realizado, a gente imagina que, a princípio, dinheiro não era a coisa mais importante para você, não é mesmo?

Pois então, nem sempre é possível ter tudo na vida!

Ao decidir ser instrutor de mergulho, você abre mão não apenas da rotina monótona e da correria dos escritórios, mas também, automaticamente, acaba renunciando o carro do ano, os jantares chiques nos restaurantes mais caros, em troca da satisfação de trabalhar todos os dias fazendo algo que te completa!

Ser instrutor de mergulho tem a ver com tudo isso! Entenda que seu padrão e estilo de vida passarão a ser compatíveis com sua nova profissão. Seus prazeres serão outros. Mais vale o dia na praia com os amigos do que ir naquela balada mais cara da cidade!

Mas calma, não estamos falando para você virar um hippie!

Não pense que o salário de um instrutor de mergulho é uma micharia e que você não terá dinheiro para nada.

Como dissemos em outro post, existem várias formas de você melhorar seu salário de instrutor de mergulho para ter uma vida tranquila.

E é isso que vamos ver nos próximos itens.

Salário Fixo e Comissão

Remuneração de um instrutor de mergulho

A primeira coisa que precisa ficar clara é que a remuneração de um instrutor de mergulho é composto por 2 itens: salário fixo e comissão

O salário fixo é pago mensalmente para o instrutor cumprir suas rotinas como preparar as operações e aulas de mergulho, separar e lavar os equipamentos utilizados, fazer pequenas manutenções em equipamentos, ajudar em limpezas e manutenção das embarcações e até atender os clientes no dive center.

A comissão pode ser por curso ministrado, mergulho guiado e até serviço vendido. Não existe um padrão praticado no mercado, pois elas variam de dive center para dive center.

Quando for fazer sua entrevista de trabalho você deve perguntar como é a remuneração e negociar suas comissões.

Local de Trabalho

Local de trabalho de um instrutor de mergulho

Uma das variáveis mais subestimadas, mas importante no mercado de trabalho de instrutores de mergulho é a localidade.

Você acha que, como instrutor de mergulho, terá mais oportunidades de trabalho em uma cidade longe do litoral, como Brasília, por exemplo, ou em cidades mais próximas do mar, com grande potencial turístico?

Muitas vezes, o incremento no seu salário de instrutor de mergulho não está ligado a um aumento, necessariamente, mas, se existe mais procura pelo mergulho, você tem a oportunidades de ministrar mais cursos, e assim aumentar seus ganhos.

Você não pode comparar apenas os salários na hora de escolher a cidade onde vai morar. Compare o custo de vida e veja quando do seu salário vai ficar no seu bolso e o que dá para fazer com esse dinheiro.

Já pensou em trabalhar fora do brasil? Como instrutor de mergulho isso é possível e até mais fácil do que com seu diploma, já que a certificação de instrutor PADI é reconhecida mundialmente.

Fora do Brasil o mercado do mergulho está bem mais desenvolvido, isso pela falta de infraestrutura em nosso país, pelo alto preço dos equipamentos e embarcações, como também pela menor cultura da atividade do mergulho.

Com um mercado mais desenvolvido é mais fácil achar vagas de instrutores com salários maiores. Abra seus horizontes! 🙂

Trabalho Fixo X Freelancer

ser um instrutor fixo ou freelancer

Como a profissão não tem um piso definido, o salário de instrutor de mergulho varia muito de região para região, além, é claro, de depender da posição que você irá ocupar dentro do dive center.

No Brasil, a média do salário fixo de um instrutor fica entre 1.200 a 2.000 reais, sem contar as comissões de cursos ministrados, mergulhos realizados e vendas!

Instrutores que trabalham em regime freelancer (part time), geralmente, não recebem salário fixo como os instrutores que trabalham em tempo integral.

Mas se além de instrutor, você ocupar outras funções, como chefe de operação, por exemplo, provavelmente seu salário fixo será maior.

Cruzeiros e live aboards costumam pagar salários fixos mais altos aos profissionais de mergulho, mas os valores são calculados com base na média do mercado local.

Em média o salário em um live aboard, fora do Brasil, fica entre 1500 e 2000 dólares mensais, mas você precisa falar inglês e mais algum outro idioma como espanhol, francês, alemão ou italiano.

Para ter um salário maior você precisa entrar de cabeça na profissão. Desta forma, ser um instrutor fixo vai lhe ajudar a realizar seu sonho de viver do mergulho.

Mas você precisa se qualificar não só tecnicamente com os cursos de mergulho, como em áreas como marketing, vendas, manutenção de equipamento e até condução de embarcação.

Dedicação e compromisso

Dedicação de um instrutor de mergulho

Quando a gente se envolve de verdade com as atividades que fazem parte da nossa rotina é muito mais provável que elas deem certo.

Se você não está satisfeito com seu salário de instrutor de mergulho, talvez seja hora de ajudar a movimentar o mercado, principalmente se você trabalha em uma escola ou dive center.

Se você acha que seu papel como instrutor se resume a ministrar o conteúdo planejado no currículo do curso em sala de aula, saiba que você mesmo pode ajudar sua escola e, consequentemente, você mesmo, a ganhar mais.

Mais alunos significam mais dinheiro, para a escola e para você. Então que tal começar a utilizar sua rede de contatos e seu poder de influência para conseguir mais alunos?

Ao contrário do que muitos falam por aí, os bons vendedores não são aqueles que têm a melhor lábia, mas aqueles que conhecem melhor o serviço que vendem.

E quem melhor do que um instrutor para falar sobre cursos de mergulho?

Ajude sua escola ou dive center a vender mais através da sua influência. Isso inclui também sua interação nas redes sociais. Publique conteúdo relativo à sua profissão e à sua rotina. Interaja com as publicações feitas pelo seu local de trabalho. Envolva-se mais.

Gostou das dicas? 🙂

Como instrutor de mergulho você não será rico de dinheiro, sua riqueza será outra! Seja rico de qualidade de vida, de tempo e de felicidade. Qual é o valor de viver uma vida mais completa?

Fonte de imagens: Freepik

 

Você também vai gostar de