Será que você tem perfil de instrutor de mergulho? Já falamos aqui no blog diversas vezes sobre o trabalho e a rotina de um instrutor de mergulho.

Já ensinamos como elaborar um bom currículo e como escolher uma boa escola. E até já demos dicas de bancar seu curso de instrutor de mergulho.

Mas nada disso tem importância, se no fundo você não perfil para seguir nessa profissão.

Sendo assim, hoje estamos escrevendo para falar algo que você precisa ouvir antes de uma tomar uma decisão de se tornar um instrutor.

Talvez o correto seja dizer que você não nasceu para ser um instrutor de mergulho.

O trabalho de instrutor de mergulho não é para todo mundo e nós vamos explicar o porquê.

#1 – Você gosta de bons carro

Você gosta de bons carros

Ter um carro à disposição para poder passear com a família, fazer uma viagem no fim de semana ou simplesmente ir ao supermercado é bastante conveniente.

Mas se você é uma daquelas pessoas que sente vontade de trocar de carro sempre que é lançado um modelo mais moderno que o seu, o trabalho de instrutor de mergulho não é para você.

Não é que você não vá conseguir ter seu carro, mas não espere trocar de carro todo ano. As possibilidades, claro, variam de profissional para profissional.

Mas lembre-se que o trabalho de instrutor de mergulho traz consigo todo um estilo de vida que não combina muito com ostentação.

Você conseguirá viver uma vida confortável e poderá usufruir, sim, dos resultados do seu trabalho sem passar grandes dificuldades.

Mas isso só será possível se você estiver disposto a abraçar o trabalho de instrutor de mergulho por inteiro.

#2 – Você sonha com um duplex de frente pra praia

Você gosta de mansões

Ter um lugar aconchegante, com a nossa cara, pra chamar de nosso é um dos maiores sonhos de todos nós, não é verdade?

Todo mundo quer poder chegar em casa depois de um bom dia de trabalho e poder se esparramar no sofá para descansar.

Mas você estaria contente com um apartamento de 60m2 divididos em 2 ou 3 cômodos? Ou você precisa de um imóvel extremamente luxuoso para chamar de casa?

O trabalho de instrutor de mergulho não vai te deixar morando na rua. Longe disso! Mas seria exagero afirmar que, trabalhando como instrutor de mergulho, você vai ser tão rico a ponto de ser capaz de comprar os apartamentos mais cobiçadas da sua cidade.

Você poderá desfrutar de uma vida tranquila e garantir um lar para a sua família com conforto, mas esqueça o luxo e o glamour de uma mansão.

#3 – Você gosta de jantar nos restaurantes mais chiques da cidade

Você gosta de bons restaurantes

É maravilhoso poder experimentar os diversos sabores que a gastronomia nos apresenta sempre que vamos a um novo restaurante.

Cada lugar no mundo sua cultura, e, portanto, seus temperos característicos, que fazem toda a diferença quando somos apresentados a um mundo de possibilidades.

Nem sempre as refeições chiques e cheias de ingredientes especiais e peculiares vão fazer parte da sua rotina.

Se você deseja de ir a restaurantes caros com uma certa frequência, o trabalho de instrutor de mergulho não é para você.

Aqueles que escolhem essa rotina devem saber que um instrutor precisa saber encontrar a alegria nas pequenas coisas, mais simples e cheias de significado.

Nada melhor do que um bom e tradicional almoço em casa com a família ou com os amigos em um dia de folga!

#4 – Você valoriza mais os bens materiais

Você valoriza mais bens materiais

O que lhe trás mais felicidade?

Você ir no shopping e comprar o celular mais moderno do mercado ou curtir aquele pôr do sol num lugar incrível?

Vivemos um mundo mundo materialista, que muitas vezes valoriza extremamente os bens materiais, onde o estímulo ao consumo está em todos os lugares.

Muitas vezes perdemos noção do equilíbrio e consumimos mais do que o necessário e começamos a dar mais importância às posses do que à vida.

Antigamente, o consumo estava ligado à sobrevivência. Hoje adquirir produtos supérfluos virou sinônimo de ostentação e poder.

A decisão de ser um instrutor de mergulho está muita vezes ligada à decisão de querer viver mais e deixar para trás uma vida de posses que não nos fazia feliz.

Ser instrutor é um oportunidade trabalhar com pessoas, ajudando elas a superarem suas dificuldades ao mesmo tempo que inspira momentos de diversão e alegria.  

Você provavelmente irá marcar a vida dessas pessoas e será lembrado com carinho sempre que essa pessoa voltar para a água.

Desta forma, ser um instrutor de mergulho não é um título para você mostrar para as gatinhas ou para os amigos.

A decisão de trabalhar com mergulho deve ser feita com responsabilidade, pois envolve às vezes uma mudança de vida.

Como Instrutor de Mergulho você terá o mundo para chamar de casa! Você experimentará diversas culturas e será rico de experiências!

Isso é ser instrutor de mergulho! 🙂

E você? Depois deste post você acha que tem perfil de instrutor de mergulho?

Se sim, parabéns! Desejamos sucesso na sua jornada e nos colocamos à disposição para ajudar você sempre.

Se você ainda está em dúvida se tem coragem de mudar de vida e virar um instrutor de mergulho, escute nosso podcast e se inspire na história da nossa instrutora Fernanda Paiva!

Fonte de imagens: Freepik

 

Você também vai gostar de